sábado, junho 25, 2022

Votação da MP da privatização Eletrobras deve ser adiada para amanhã

O senador Marcos Rogerio (DEM-RO) entregou somente agora o relatório da Medida Provisória da privatização da Eletrobrás e a votação deve ser transferida para amanhã, quinta-feira. A desculpa oficial é que todos precisam de tempo para analisar o relatório, mas a base do governo quer mais tempo para reorganizar o apoio à MP, em especial na parte que diz respeito à contratação obrigatória de térmicas. A bancada do  PSD, por exemplo, decidiu que vai apoiar o requerimento do Podemos para que sejam retirados da MP os artigos que obrigam contratação de térmicas e pequenas centrais hidrelétricas, além da renovação do Proinfa. O requerimento também pondera que os artigos são inconstitucionais e se a votação aprovar a MP sem outras alterações nem precisaria voltar à Câmara. A bancada do PSD no Senado é uma das maiores da casa, com 11 senadores. Senadores do MDB também já se manifestaram contra a medida das térmicas e a senadora Katia Abreu, do PP, já fez também pedido oficial para a votação em separado dos artigos. A MP estava pautada para ser votada nesta quarta-feira, 16. 

- Advertisement -
Ultimas Notícias

Aldo Rebelo afirma que censura em redes sociais é ‘talvez mais perigoso’ que fake news

O ex-ministro da Defesa, Aldo Rebelo (PDT), considera que um possível impeachment de ministros do Supremo Tribunal Federal não...