sábado, junho 25, 2022

Com ou sem jabutis, Senado garante privatização da Eletrobras

Depois de sete horas de intensas discussões, emendas para cá e emendas para lá, o Senado aprovou a Medida Provisória da privatização da Eletrobras. Foi uma votação apertada, 42 a 37, e choveram concessões para angariar votos. No fim das contas, foram aprovados alguns jabutis como a obrigação do governo em contratar térmicas movidas a gás e o Senado chegou a aumentar a obrigação de contratação de 6GW para 8 GW. O relator Marcos Rogério (DEM-RO) incluiu térmicas na região Sudeste para conquistar alguns votos. Outros jabutis ficaram para trás como a extensão de benefícios para térmicas a carvão. Mas, de qualquer forma, a privatização da Eletrobrás está garantida. O texto volta para a Câmara para analisar essas pequenas mudanças e depois vai à sanção do presidente.

*Atualizado às 18h30min com o fim da votação das emendas.

- Advertisement -
Ultimas Notícias

Aldo Rebelo afirma que censura em redes sociais é ‘talvez mais perigoso’ que fake news

O ex-ministro da Defesa, Aldo Rebelo (PDT), considera que um possível impeachment de ministros do Supremo Tribunal Federal não...