sábado, junho 25, 2022

Tributação sobre dividendos derruba a bolsa

VEJA Mercado fechamento, 25 de junho.

A notícia de que o texto da reforma tributária enviado ao Congresso prevê uma alíquota de 20% sobre lucros e dividendos acabou com a empolgação dos investidores.  “Surpreendeu todo mundo. O mercado não esperava que isso fosse acontecer e todos ficaram desconfortáveis com essa situação”, analisa Flávio Aragão, sócio da 051 Capital. O Ibovespa fechou em queda de 1,74%, a 127.255 pontos, cada dia mais longe dos 130 mil pontos.

O setor mais afetado pela mudança  foi o de bancos, conhecidos por pagarem dividendos generosos. “Quem tem posição em banco para obter dividendos começa a se questionar se vale a pena manter”, diz Roberto Attuch, CEO da Ohmresearch. Santander, Itaú Unibanco e Bradesco fecharam em quedas de 3,48%, 3,17% e 3,12%, respectivamente.

Poucos papéis figuraram nas altas. Entre os destaques, importante ressaltar os da Vale. “A Vale é brasileira, mas tem relação direta com a China. A alta do dólar hoje e minério de ferro na China forte, assim como atividade global, puxaram a empresa para cima. A Bradespar, que é acionista relevante da Vale, também subiu na mesma esteira”, avalia Aragão. As ações das companhias valorizaram 4,28% e 1,23%, respectivamente. O dólar que fechou a quinta-feira a 4,90 reais subiu para 4,93 reais nesta sexta.

- Advertisement -
Ultimas Notícias

Aldo Rebelo afirma que censura em redes sociais é ‘talvez mais perigoso’ que fake news

O ex-ministro da Defesa, Aldo Rebelo (PDT), considera que um possível impeachment de ministros do Supremo Tribunal Federal não...