sexta-feira, junho 24, 2022

HBO Max chega ao Brasil, gera reclamações e promete melhorias

Depois de muita espera, a HBO Max aterrissou em solo brasileiro na terça-feira, 29, e os usuários aproveitaram para se despedir de vez do seu antecessor, o HBO Go, plataforma aliada ao canal pago que ganhou fama de travar mais do que smartphone com a memória cheia. A troca, porém, decepcionou por uma sequência de erros da plataforma que gerou uma chuva de reclamações nas redes sociais: desde não conseguir acesso ao serviço pelas operadoras de TV por assinatura até erros no pagamentos ou falta do aplicativo nos dispositivos. Sobre o caso, a empresa divulgou uma nota em resposta. “Sabemos que alguns usuários experimentaram problemas no momento de concluir seu pagamento na HBO Max. Isso ocorreu porque, ao longo das primeiras horas do lançamento, nosso sistema de proteção de fraude, usado por meio de um fornecedor terceirizado, exigiu ajustes nas regras de permissão de transações. Já solucionamos a questão e os usuários poderão ver melhoras em sua experiência de assinatura durante o dia de hoje”.

Os que conseguiram, enfim, acessar a plataforma, trombaram com outro infortúnio: a legenda das produções está desconfigurada e alinhada à esquerda, ao invés de centralizada como é de costume, dificultando a leitura. A questão ainda não foi esclarecida pelo serviço, que informou na rede social que está de olho na reclamação e tentando resolver a situação. Outro ponto é que alguns conteúdos antes disponíveis no finado HBO Go não entraram na HBO Max, mas a empresa garantiu que o catálogo está sendo disponibilizado gradualmente, e os conteúdos devem ser liberados mais adiante.

Apesar dos pesares, o streaming chega com um catálogo recheado de produções não só da HBO mas também da Warner Bros., Cartoon Network e DC Comics. Com isso, é possível acessar no mesmo lugar séries originais; as dez temporadas de Friends; todos os filmes de Harry Potter, que ganharam uma subdivisão própria na página inicial; desenhos infantis variados; blockbusters da Liga da Justiça; além de clássicos atemporais do cinema, como …E o Vento levou, Cantando na Chuva e O Mágico de Oz. No mercado cada vez mais competitivo dos streamings, em que grandes empresas vivem em cabo de guerra tentando arrebanhar usuários, a variedade é um trunfo importante: a quem não pode bancar todas as opções disponíveis, é mais vantajoso optar por aquela que te oferece o maior número de conteúdo e, de preferência, com qualidade, um equilíbrio que parece se sobressair na HBO Max.

Além do catálogo em si, a nova plataforma também é mais intuitiva do que a anterior, com um menu lateral que permite a navegação por gênero e uma página inicial repleta de classificações mais subjetivas como “filmes que amamos”, “séries essenciais”, “produções brasileiras”, “grandes franquias” e até a curiosa “Estrelas de Hollywood”, que permite a navegação a partir de atores específicos, entre eles Gal Gadot, Dwayne Johnson, Will Smith e Nicole Kidman. Se a plataforma alcançar um bom padrão tecnológico, a HBO Max tem tudo para colocar mais gasolina em um mercado já em combustão.

- Advertisement -
Ultimas Notícias

Aldo Rebelo afirma que censura em redes sociais é ‘talvez mais perigoso’ que fake news

O ex-ministro da Defesa, Aldo Rebelo (PDT), considera que um possível impeachment de ministros do Supremo Tribunal Federal não...