sábado, junho 25, 2022

SmartFit e Privalia seguem com IPOs bilionários e BBM Logística desiste

VEJA Mercado Abertura, 13 de julho.

Está aberta a temporada de balanços nos Estados Unidos e tem índice de inflação a ser divulgado no país que podem afetar os mercados brasileiros. O presidente Jair Bolsonaro aparentemente vai dar uma trégua na crise política e o relatório preliminar da reforma do imposto de renda deve ser apresentado hoje a líderes da Câmara dos Deputados. Mas, na bolsa brasileira, o que não falta é notícia de negócios e IPOs.

Enquanto a SmartFit fechou seu IPO com demanda elevada de investidores e arrecadando cerca de 2,3 bilhões de reais, a BBM Logística anunciou que adiou seu IPO alegando más condições do mercado. O fato é que já é a segunda vez no ano que a empresa adia o lançamento de ações e, desta vez, seria uma oferta restrita para angariar 800 milhões de reais. Enquanto isso, a Privalia segue com sua oferta e já botou preço nas ações. Expectativa é de que levante 1 bilhão de reais.

A B3 e a Totvs anunciaram uma nova empresa de software, a TFS Soluções, com foco em tecnologia bancária. A empresa já nasce valendo 1,6 bilhão de reais. A Tecnisa comprou 25% da proptech BoxOffice para expandir sua atuação em coworkig. A Hypera comprou 12 marcas de medicamentos em uma operação de cerca de 1 bilhão de reais.

E tem notícias também de privatizações. Bolsonaro finalmente sancionou a lei que privativa a Eletrobras e o governo do Rio Grande do Sul enviou à assembleia estadual o projeto para privatizar a companhia de saneamento. A Eletronorte também anunciou que vai vender sua participação na transmissora NBTE junto com a Evoltz para o fundo de pensão de Ontario. 

- Advertisement -
Ultimas Notícias

Aldo Rebelo afirma que censura em redes sociais é ‘talvez mais perigoso’ que fake news

O ex-ministro da Defesa, Aldo Rebelo (PDT), considera que um possível impeachment de ministros do Supremo Tribunal Federal não...