sexta-feira, junho 24, 2022

Furto de cabos de semáforos em SP causa prejuízos e aumenta risco de acidentes no trânsito

Segundo a Companhia de Engenharia de Tráfico (CET) da cidade de São Paulo são registrados pelo menos 21 casos de furto de cabos de semáforos por dia na capital paulista. De janeiro até março deste ano são quase 2 mil ocorrências, que deixam os semáforos desligados, causando prejuízo no trânsito, com grandes congestionamentos e dificuldade para os pedestres atravessarem as ruas. São Paulo é o Estado que mais sofre com os furtos de cabos. Durante o ano passado, foram levados pelos bandidos mais de 1 milhão de metros. Mais de seis milhões de pessoas tiveram prejuízos com isso como consequência.

A dona de casa Débora Chaves acredita que a responsabilidade para resolução da situação é da prefeitura. “Eu acredito que seria uma coisa mais voltado à prefeitura. Fica um jogo de empurra. Um joga para um lado, outro joga para o outro e a gente fica sem saber o que fazer diante da situação”, comenta. Já a empregada doméstica Alderi de Lima fala sobre o risco de atravessar entre os carros sem sinalização: “Está ruim de atravessar. Com o semáforo quebrado, porque estão roubando os fio. Tem que atravessar correndo, arriscando a vida. Fazer o quê?”. A técnica de enfermagem Angela Fernandes fala que o problema já provocou acidentes com crianças. “De manhã, na hora de escola, eles [as crianças] ficam esperando o farol vermelho. Muitas mães não tem como pagar transporte escolar. As vezes, os menino da lanchonete ou padaria ajudam atravessar. Já teve caso de acidente com criança. Os moradores tentam ajudar, mas ninguém toma providência desse roubo, nem nada. Não fazem nada”.

Em frente ao terminal Cidade Tiradentes, na zona leste, nenhum dos semáforos funciona corretamente. Alguns deles ficam desligados. As pessoas não conseguem atravessar e tem dificuldades no trânsito. Ciclistas e motociclistas também reclamam dos problemas causado pelo mal funcionamento dos semáforos na região. O aposentado Roberto de Pietro se mostra ndignado com a situação. “É um absurdo isso. É só chover um pouquinho e já desliga tudo. E tem furto mesmo. Eu acho que a polícia teria que dar mais resguardo para a população. E isso sai tudo do dinheiro do povo. Não tem como”, critica.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisement -
Ultimas Notícias

Aldo Rebelo afirma que censura em redes sociais é ‘talvez mais perigoso’ que fake news

O ex-ministro da Defesa, Aldo Rebelo (PDT), considera que um possível impeachment de ministros do Supremo Tribunal Federal não...